domingo, 24 de setembro de 2017

PARÓQUIA SÃO JOÃO EUDES ACOLHE A IMAGEM DE NOSSA SENHORA APARECIDA



Foi iniciada nesta manhã, com uma procissão, que teve  a participação de representações de todos os grupos, pastorais e movimentos, e Missa, às 8 horas, celebrada pelo padre Luís Gabriel, na Capela de Santa Luzia, no bairro Jardim das Oliveiras, a acolhida da Imagem de Nossa Senhora Aparecida pela Paróquia São João Eudes, em comemoração aos 300 anos de seu encontro no Rio Paraíba do Sul, em São Paulo.

PROGRAMAÇÃO

A imagem de Nossa Senhora Aparecida ficará na Capela de Santa Luzia até o dia 2 de outubro, quando retornará em procissão, às 18h30m,  para a sua  Capela, com todos rezando o terço mariano que será conduzido pelo movimento “Terço dos Homens”, da Capela Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Chegando lá haverá uma celebração eucarística, abrindo os festejos em honra a Nossa Senhora Aparecida.


Amanhã, dia 25 de setembro, a partir das 19 horas, haverá a reza do terço, com a coordenação da Pastoral Familiar. Dia 26, terça-feira, os Jovens comandarão no Terço. Já no dia 27, além do Terço Mariano, estão programadas Adoração ao Santíssimo Sacramento e a Santa Missa, a partir das 18 horas, sob a responsabilidade da pastoral Litúrgica e Ministério de canto. Dia 28, Terço das Famílias, programado para as 19 horas, coordenado pelo Terço dos Homens e Legião de Maria. Dia 29, Missa de envio dos crismando, com início previsto para às 18h30m, com a coordenação das pastorais da Crisma e da Liturgia e Ministério de Música. Dia 30, rezando o Santo terço, oração a Nossa Senhora Aparecida e orando com Maria o Magnificat, das 9 às 10 horas da manhã, tendo à frente o MESC (Ministério Extraordinário da Sagrada Comunhão). Dia 1º de outubro, Missas às 8, 10 e 17 horas, com a participação do ECC (Encontro de Casais com Cristo) e no dia 2, às 18h30m, procissão de retorno da imagem saindo da igreja de Santa Luzia, para a capela de Nossa Senhora Aparecida.


sexta-feira, 15 de setembro de 2017

ENCERRADO MAIS UM CURSO DE MARIOLOGIA NA PARÓQUIA SÃO JOÃO EUDES


Contando quase uma centena de participantes fiéis católicos – a maioria paroquiana – em especial, os devotos de Nossa Senhora, a Paróquia São João Eudes, no bairro Luciano Cavalcante, promoveu de 12 até ontem, dia 14 de setembro, mais uma edição do curso de Mariologia,  que teve como tema: " Maria, uma mulher orante que engrandece o nome de Deus" e tendo como base de estudo o Canto do Magnificat. 

 Este curso fez  parte das comemorações dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida em São Paulo e dos 100 anos das aparições de Nossa Senhora de Fátima, em Portugal.

 O curso ministrado pelo padre Johnja Lopez, foi  aberto  e encerrado  na noite passada pelo pároco Luís Gabriel Mendoza.

 Assim como na primeira etapa, as palestras agradaram aos participantes, que esperam que a Paróquia dê prosseguimento aos ensinamentos sobre Maria, realizando mais outros cursos.


segunda-feira, 11 de setembro de 2017

PARÓQUIA SÃO JOÃO EUDES PROMOVE AÇÃO SOCIAL NO BAIRRO JARDIM DAS OLIVEIRAS



Cerca de uma centena de pessoas da 3ª idade participou de uma ação social em prol dos idosos e enfermos, promovida pela Paróquia São João Eudes, na Capela Santa Luzia, no bairro Jardim das Oliveiras.

O evento começou com uma missa celebrada pelo padre Luís Gabriel, às 8h30min, que fez uma homilia voltada para a experiência dos idosos, que passam essa experiência e os seus conhecimentos para os mais jovens da família, na qual eles são importantes. “ Vocês representam a memória viva e rica de suas famílias”, comentou o padre Luís Gabriel, se dirigindo aos idosos presentes.

PALESTRAS


Depois da celebração eucarística, os idosos ouviram uma palestra sobre o Mal do Alzheimer, proferida por Daniela Arruda, da Associação Brasileira de Alzheimer, que deu a conhecer a todos o que é a doença, que é conhecida pelo nome do seu descobridor.
Ela explicou ainda que a doença é comemorada no mundo inteiro no mês de setembro, em especial no dia 21 de setembro, dia em que a Universidade Christus, promoverá uma festa e revelou ainda que nos dias 29 e 30, no Lar São Vicente de Paulo, será realizado um curso sobre Alzheimer.

Logo em seguida, os idosos ouviram outra rápida explicação sobre demência, com uma exposição feita pela geriatra Eugênia Guimarães, que começou dizendo que se trata de uma doença, que está afetando a 50 milhões de pessoas no mundo inteiro e que temos que nos manter ativos para nos prevenir desta doença.

LANCHE

Depois das palestras os idosos foram convidados a participarem de um lanche,  com bolos, sanduíches,  e mais sucos e refrigerantes, que foram servidos por jovens e as coordenadoras e coordenadores do evento.

Além disso, foram distribuídos brindes e cestas básicas e tiveram a pressão aferida e feito testes de glicemia  pelas jovens Chiara Rodrigues, Caroline Vasconcelos, Rebeca Saraiva, Fátima Sughita e Márcia Real, do Hospital São Carlos.  




COBERTURA

A Ação Social em prol dos idosos e enfermos teve a cobertura da TV Diário, que entrevistou o pároco de São João Eudes, padre Luiz Gabriel, que explicou os motivos não só da festa como também sobre a parceria com a Associação Brasileira de Alzheimer. Essa festa realizou-se no ano passado e devido a sua boa aceitação foi repetida nesta manhã, do dia 9 de setembro. 



sexta-feira, 8 de setembro de 2017

CATÓLICOS REZAM PELA SITUAÇÃO DO BRASIL




Atendendo ao apelo da CNBB, a Paróquia São João  Eudes realizou nesta tarde, na Capela  Menino Deus (Matriz)   um momento de oração e súplica diante de Jesus Sacramentado por causa  da  difícil situação de corrupção,  roubos,  insegurança e violência que atravessa nosso país.

Às 16 horas   foi iniciada a oração do Rosário, onde a Legião de Maria, o MESC, os Associados  com a Juventude Missionária Eudista  e o Terço dos Homens rezaram os 4 terços do Rosário, com várias intenções intercedendo por todos os brasileiros  atingidos por esta crise que lhes tira   seus direitos fundamentais à justiça, a saúde, ao emprego  e a educação impedindo-lhe de terem uma vida digna  e honrada e atendidas suas necessidades básicas.


O desejo de todos os que participaram desta oração do Rosário que foi encerrada com a celebração da Santa Missa, presidida pelo pároco Luiz Gabriel, é o mesmo que a CNBB pede ao governo brasileiro:  “ que a política esteja ,  de fato, a serviço da pessoa e da sociedade e não de interesses pessoais, partidários e de grupos.


terça-feira, 22 de agosto de 2017

Convite: VI Encontro do ECC

A imagem pode conter: texto

Com alegria retomamos nossos encontrões com o tema: Vocação ao Matrimônio.
Nesse mês das vocações, nada melhor do que mergulhar na dimensão vocacional desse sacramento.
O Papa Francisco nos ensina que o sacramento do matrimônio é um grande ato de fé e de amor e testemunha a coragem de acreditar na beleza do ato criador de Deus e de viver aquele amor que leva a ir sempre além de si mesmo.
Essa decisão de se “casar no Senhor” contém também uma dimensão missionária. _“De fato, os esposos cristãos participam, como esposos, da missão da Igreja. É preciso coragem para isto! Por isso quando eu saúdo os recém-casados, digo: *‘Eis os corajosos’!*, porque é preciso coragem para amar-se assim como Cristo ama a Igreja”._

_“Homens e mulheres, corajosos o suficiente para levar este tesouro nos ‘vasos de argila’ da nossa humanidade, são um recurso essencial para a Igreja e para todo o mundo. Deus os abençoe mil vezes por isso!”._

Convidem seus círculos, amigos recém-casados, os que pretendem casar-se e vamos todos nos confraternizar mais uma vez, no dia 26/ago, sábado, a partir das 17:30 com a celebração da Santa Missa.

domingo, 20 de agosto de 2017

DOM JOSÉ ANTONIO CELEBRA MISSA DE ENCERRAMENTO DA FESTA DE SÃO JOÃO EUDES



Com a Igreja Matriz Menino Deus tomada pelos paroquianos  ficaram encerrados, na noite passada, os festejos em honra a São João Eudes, cujo dia foi comemorado  ontem,  com a procissão, a reza do terço  e missa concelebrada, tendo como presidente dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, arcebispo de Fortaleza, auxiliado pelos padres Luís Gabriel Mendoza (pároco), Juan Carlos (vigário), Johnja Lopez, Cristiano, da Diocese de Limoeiro do Norte, servindo na Paróquia de Aracati,  e Davi, pertencente aos Arautos do Evangelho, e o monsenhor Ildefonso, colaborador da Paróquia.

A celebração eucarística começou às 19 horas, logo quando terminou a procissão, coordenada pelo padre Juan Carlos e animada pelo movimento Terço dos Homens da Capela de N.Sra. do Perpétuo Socorro, que percorreu várias ruas do bairro Luciano Cavalcante, onde fica localizada a Igreja Matriz, começando pela Jaime Leonel. A Missa teve a duração de mais de uma hora. E, em seguida, convívio e encerramento dos festejos.

HOMILIA

A homilia de dom José Antonio –  o Evangelho foi proclamado pelo padre Cristiano – foi elogiada pelos fiéis católicos. Ele começa dizendo que os santos são irmãos unidos na mesma família, sendo uma parte no céu e a outra na terra. Os santos são “para nós um exemplo daqueles  que se deixaram guiar pela graça de Deus. Caminham conosco e intercedem por nós junto a Deus. Com seus ensinamentos nos impulsionam para caminharmos na santidade para chegarmos a vida eterna.” Dom José Antonio disse ainda na sua homilia, que nós somos responsáveis pela vida de uns com os outros para ajudar, apoiar a outro como Jesus nos amou. “São João nos diz que Deus mandou seu Filho para doar sua vida a todos, curou, deu esperança, ressuscitou os mortos, reuniu a família humana para vivermos bem e a consequência é que devemos amar os irmãos, pois quem ama o irmão ama a Deus”.

 São João Eudes fez sua vida em Deus. Vestiu-se de Jesus. Tinha compaixão pela Igreja” e aproveitou para citar Santo Agostinho que disse “Nós temos muitos pastores, mas todos são operários?” e volta a falar de São João Eudes: “ele tem um coração de Jesus e um coração de Maria e teremos o coração da Igreja. Ele preparou os sacerdotes na escola do Coração de Jesus e Maria e ela foi quem mais teve o coração como o de Jesus e nas suas missões foi refazer a vida dos cristãos mais distantes da  Igreja".

AGRADECIMENTO


No final da celebração, o padre Luís Gabriel aproveitou a oportunidade para agradecer a presença dos sacerdotes, citando o nome de cada, as pessoas que colaboraram com o êxito da festa, os fiéis, que prestigiaram os festejos e, finalmente a dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, arcebispo de Fortaleza. 


Fonte: http://blogdasagradafamilia.blogspot.com.br/2017/08/dom-jose-antonio-celebra-missa-de.html

sábado, 19 de agosto de 2017

MISSA AO VIVO: Solenidade de São João Eudes 2017


HOJE É CELEBRADO SÃO JOÃO EUDES, PROMOTOR DA DEVOÇÃO AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS



REDAÇÃO CENTRAL, 19 Ago. 17 / 05:00 am (ACI).- “Autor, pai, doutor, apóstolo, promotor e propagandista da devoção litúrgica aos sagrados Corações de Jesus e Maria”. Foi assim que São Pio X definiu São João Eudes, cuja memória litúrgica a Igreja celebra neste dia 19 de agosto.
O sacerdote francês é o fundador da Congregação de Jesus e Maria e da Congregação de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor. Também foi ele quem, pela primeira vez,introduziu a festa pública do Sagrado Coração.
João Eudes nasceu em 14 de novembro de 1601, na Normandia, França. Era o primogênito dos seis filhos do casal Isaac e Marta. Desde menino, deu sinais de grande inclinação ao amor de Deus.
Aos 14 anos, João ingressou no colégio dos jesuítas de Caen. Seus pais desejavam que se casasse e seguisse trabalhando na granja da família. Mas João, que tinha feito voto de virgindade, recebeu as ordens menores em 1621 e estudou Teologia em Caen com a intenção de consagrar-se aos ministérios paroquiais.
Pouco depois ingressou na congregação do oratório, que tinha sido fundado em 1611. Depois de solicitar com grande dificuldade a permissão paterna, foi recebido em Paris pelo superior geral em 1623. A finalidade da congregação do oratório consistia em promover a perfeição sacerdotal. Dois anos depois, recebeu sua ordenação, dedicando-se integralmente à pregação entre o povo.
Em 1627, ocorreu na Normandia uma violenta epidemia de peste e João se ofereceu para assistir a seus compatriotas. O Pe. Eudes passou dois meses na assistência espiritual e material aos doentes. Depois, foi enviado ao oratório do Caen, onde permaneceu até que uma nova epidemia se desatou nessa cidade, em 1631. Para evitar o perigo de contagiar seus irmãos, João se separou deles e viveu no campo, onde recebia a comida do convento.
Passou os dez anos seguintes em missões evangelizadoras. São João Eudes se distinguiu entre todos os missionários. Assim que acabava de pregar, sentava-se para ouvir confissões, já que, segundo ele, “o pregador agita os ramos, mas o confessor é o que caça os pássaros”.
Uma das experiências que adquiriu durante seus anos de missionário, foi que as mulheres que tinham estado na prostituição e que tentavam se converter encontravam-se em uma situação particularmente difícil. Durante algum tempo, buscou resolver a dificuldade alojando-as provisoriamente nas casas das famílias piedosas, mas se deu conta de que esse remédio não era de todo adequado.
Assim, em 1671, São João Eudes alugou uma casa para as mulheres arrependidas, na qual podiam albergar-se, desde que encontrassem um emprego. Mais tarde, as religiosas que atendiam as mulheres arrependidas formaram a Congregação das Irmãs de Nossa Senhora da Caridade do Refúgio, ordem que deu origem, no século XIX, à Congregação de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor, conhecida como as Irmãs do Bom Pastor.
Em 1643, depois de muito rezar, refletir e consultar, São João Eudes abandonou a congregação do oratório. A experiência lhe ensinou que o clero precisava se reformar dos fiéis e que a congregação só poderia conseguir seu fim mediante a fundação de seminários.
Decidiu formar uma associação de sacerdotes diocesanos, cujo objetivo principal seria a criação de seminários para a formação de um clero paroquial zeloso. A nova associação foi fundada no dia da Anunciação de 1643, em Caen, com o nome de “Congregação de Jesus e Maria”.
São João Eudes e seus cinco primeiros companheiros se consagraram à “Santíssima Trindade, que é o primeiro princípio e o último fim da santidade do sacerdócio”. O distintivo da congregação era o Coração de Jesus, no que estava incluído misticamente o de Maria; como símbolo do amor eterno de Jesus pelos homens.
Em 1671, publicou um livro intitulado “A Devoção ao Adorável Coração de Jesus”. Já antes, o santo tinha instituído em sua congregação uma festa do Santíssimo Coração da Maria. Em seu livro incluiu uma Missa e um ofício do Sagrado Coração de Jesus.
Em 31 de agosto de 1670, celebrou-se pela primeira vez a dita festa na capela do seminário de Rennes e logo se estendeu a outras Dioceses. Assim, embora São João Eudes não tenha sido o primeiro apóstolo da devoção ao Sagrado Coração em sua forma atual, foi ele “quem introduziu o culto do Sagrado Coração de Jesus e do Santo Coração da Maria”, como o disse Leão XIII em 1903. O decreto de beatificação acrescentava: “Foi o primeiro que, por divina inspiração lhes tributou um culto litúrgico”.
Clemente X publicou seis bulas nas que concedia indulgências às confrarias dos Sagrados Corações de Jesus e Maria, instituídas nos seminários de São João Eudes.
Durante os últimos anos de sua vida, o santo escreveu seu tratado sobre “O Admirável Coração da Santíssima Mãe de Deus”; trabalhou na obra muito tempo e a terminou um mês antes de morrer, no dia 19 de agosto de 1680.
Foi canonizado em 1925 e sua festa foi incluída no calendário da Igreja do ocidente em 1928.

Fonte: ACI Digital

CRISMA NA PARÓQUIA SÃO JOÃO EUDES



Dentro dos festejos em honra a São João Eudes, a paróquia programou para o oitavo dia do novenário em honra a seu padroeiro, a Crisma de 18 católicos, dentro da celebração eucarística  do 8º dia do Novenário de São João Eudes, presidida por dom Rosalvo Cordeiro de Lima, bispo auxiliar da Arquidiocese de Fortaleza, que fez uma homilia se dirigindo aos crismando, com muito carinho e dizendo para eles de seu compromisso para com a Igreja, que é o de continuar elevando bem alto o nome de Nosso Senhor Jesus Cristo.

A celebração foi animada pelo coral independente Vozes de Outono, com duas dezenas de membros e regido pela maestrina Célia Cortez, que agradou aos participantes da Missa, que contou ainda com a participação dos padres Luís Gabriel Mendoza, pároco; do vigário Juan Carlos e Johnja Lopez.


FAMÍLIA CONFIRMADA NA FÉ
A mãe Cristiane,os filhos Bruno e Ítalo e a nora Cíntia estavam entre os crismados da Paróquia São João Eudes. O pai Adelardo já era crismado. Estavam muito felizes! 

AGRADECIMENTO

No final da celebração, o padre Luís Gabriel dirigiu-se aos crismandos, para depois agradecer ao coral, pela sua belíssima apresentação e a todos que vieram prestigiar essa celebração.
Mas o seu agradecimento especial foi para dom Rosalvo, que presidiu a celebração e no final  pediu uma salva de palmas, com o bispo apontando para Jesus Cristo, como que dizendo “a Ele a glória. A Ele o louvor. A Ele o domínio. Ele é o Senhor!”.

PROGRAMAÇÃO

Os festejos em honra a São João Eudes,  que chega ao 9º Dia, hoje, ficarão encerrados amanhã com um procissão começando às 18 horas. Às 19 horas, Santa Missa, presidida por dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, arcebispo de Fortaleza e, às 20 horas, convívio e encerramento da festa.

Hoje, terço, novena e Missa e depois Convivio.